Faça o Login ou Cadastre-se

CNB/SP e TJ/SP apresentam exposição Memórias Notariais

Publicado em: 14/09/2018
Atração reconta a história de importantes locais e de personalidades paulistas por meio das escrituras públicas arquivadas nos cartórios de notas

O Colégio Notarial do Brasil – Seção São Paulo (CNB/SP), entidade que congrega os cartórios de notas paulistas, e o Tribunal de Justiça Estado de São Paulo (TJ-SP) apresentam a exposição Memórias Notariais: série de documentos históricos inéditos, que recontam a história de lugares e personalidades paulistas por meio das escrituras públicas arquivadas nos cartórios de notas. A atração ficará exposta ao público de 17/9 a 28/9, no Salão dos Passos Perdidos, entrada principal do Palácio da Justiça, sede do TJSP.

Ao todo serão expostos 13 documentos raros, que serão expostos pela primeira vez ao público, a maioria do começo do século XX e meados do século XIX. Entre eles: as escrituras de compra e venda da Casa Rosa das Rosas (1913), a escritura de doação de bens de Assis Chateaubriand, o Chatô, importante empresário do ramo das Comunicações entre 1940 e 1960 e uma escritura de emancipação do Santos Dumont, o pai da aviação. Destaca-se também a escritura de constituição de condomínio do Copan, um dos principais cartões postais da cidade de São Paulo.

A exposição mostra ainda duas escrituras de escravos que datam de 1871 e a escritura mais antiga da qual se tem conhecimento do estado de São Paulo, documento com mais de trezentos anos, datado de 1623. Nele, Simão Borges Sequeira, o tabelião há época da Vila de São Paulo, a pedido do administrador geral da Capitania, faz um relato fidedigno do assassinato do principal índio do local que iria se converter ao catolicismo.

Para os amantes do futebol, a exposição conseguiu resgatar as escrituras públicas dos principais estádios dos clubes paulistas: Parque São Jorge (1923), Palestra Itália (1920), Morumbi e Vila Belmiro (1916), além da mística Rua Javari, estádio do Juventus.

Serviço:
Entrada Gratuita
Onde: Palácio da Justiça – Praça da Sé, s/nº
Quando: 17 de setembro a 28 de setembro
 

Fonte: CNB/SP
Tags relacionadas: CNBSP, TJSP, MEMORIASNOTARIAIS