A convite do Colégio de Notários de Porto Rico, o Notariado Brasileiro apresentou na última terça-feira (19.12) os principais aspectos técnicos e jurídicos da plataforma e-Notariado. De San Juan, uma junta de notários, autoridades e técnicos do Poder Judiciário de Porto Rico assistiram a apresentação conectados via webinar com o Brasil.

 

O funcionamento dos módulos, a regulamentação vigente e a estruturação da plataforma são temas de interesse para o país que busca implementar uma solução de realização de atos à distância. Ao lado do diretor de Tecnologia, Marcos de Paola, o diretor do Conselho Federal do Colégio Notarial do Brasil, Rodrigo Reis Cyrino, representou a entidade durante o encontro virtual.

 

Rodrigo Reis Cyrino ressalta que o convite simboliza o reconhecimento do e-Notariado como uma excelente solução tecnológica para que o notariado mundial esteja no mundo digital e com a prática de atos eletrônicos, havendo um grande interesse internacional para que a plataforma seja um exemplo de sucesso no intercâmbio de experiências entre os países.

 

“Ao receber a solicitação, o CNB/CF o analisou não apenas como uma cortesia, mas também como uma oportunidade de criar conexões com um país de grande importância por sua proximidade com negócios nos Estados Unidos, além de estender a integração do notariado digital em novas fronteiras”, explicou.

 

Do lado porto-riquenho estiveram presentes o presidente do Colégio de Notários de Porto Rico, Arsenio Comas, o vice-presidente da União Internacional do Notariado, Dennis Martínez e o secretário da entidade, Manuel Pérez Caballer. Representando o Poder Judiciário do país, participaram presentes a juíza Maritere Colón Dominguez, o juiz-corregedor, Manuel Avila De Jesus e a secretária-geral, Melissa Pagan acompanhados de assessores jurídicos e de tecnologia do Ministério da Justiça.

 

Durante o encontro, Arsenio Comas ressaltou que o Brasil se tornou uma referência mundial no assunto tecnologia integrada aos serviços notariais e trouxe uma experiência incomparável na implementação do e-Notariado em um país de dimensões continentais. “Orgulha a todos os notários americanos ter como vizinho uma junta tão competente e atenta à modernidade. O último Encontro Mundial, onde tivemos a oportunidade de conhecer ainda mais o e-Notariado, foi uma oportunidade de aproximar nosso Notariado e solicitar a tão honrosa apresentação dos representantes brasileiros ao nosso Poder Judiciário”, disse.

 

Manuel Pérez ressaltou que a reunião online trouxe grande “entusiasmo aos notários do País pois veem o caso de sucesso brasileiro como um impulso aos juízes corregedores de Porto Rico em prol da implementação de novidades digitais”. Para Pérez, “é necessário manter a atividade atualizada e é o próximo grande passo é inevitavelmente a digitalização dos serviços notariais”, disse ao destacar que o Encontro Mundial foi onde os notários porto-riquenhos puderam se conectar com seus pares brasileiros e aprender um pouco mais sobre o e-Notariado, “descobrindo quais os pontos de semelhanças tecnológicas e jurídicas que podiam ser compartilhadas entre países”.

 

Fonte: Assessoria de comunicação CNB/CF

Deixe uma resposta