Dois notários brasileiros representarão o país durante a 10ª edição da Universidade Mundial do Notariado, Jean-Paul Decorps. A indicação oficial dos nomes selecionados foi realizada pelo Colégio Notarial do Brasil – Conselho Federal (CNB/CF) à União Internacional do Notariado (UINL), após avaliação dos currículos de candidatos de todas as regiões do país.

 

Raphael Pinheiro Cavalcanti Guimarães, titular do 2º Oficio de Notas de Icapuí, no Ceará, e Thamyres Loiola Silva Vieira, titular do Tabelionato de Notas de Barra de São Francisco, no Espírito Santo, farão parte do encontro em formato virtual, assim como foram as duas últimas edições. Eles produzirão um artigo conjunto em inglês com o tema “Notário, protagonista da segurança jurídica no Direito Civil: proteção do cidadão e proteção da sociedade”, e subtema destaque para o ano de 2022, “Notários 4.0: finalidade, previsão e cooperação internacional”. O trabalho final será apresentado no XXX Congresso Notarial Internacional, organizado pela UINL e que acontecerá em dezembro deste ano, na cidade de Cancún, no México.

 

Para Raphael, “ninguém precisa reinventar a roda. Conflitos familiares, transações imobiliárias e lavagem de dinheiro ocorrem em todos os lugares do planeta e a troca de experiências que uma iniciativa como essa possibilita é algo sem igual para o crescimento coletivo da atividade”. Tabelião de uma cidade de 20 mil habitantes, o profissional vê o notariado como “a primeira e, às vezes, a única porta de acesso à Justiça para a maioria da população”, devido a sua capilaridade.

 

Entusiasta da inovação, o interesse de Raphael pela Universidade do Notariado Mundial surgiu com a pesquisa da implementação de novas tecnologias à atividade em outros países. “Certificados digitais, escrituras eletrônicas e atos por videoconferência me instigaram a pesquisar quais ferramentas utilizavam no seu dia a dia e o que tinham feito para contornar as agruras da pandemia”, disse o notário.

 

Já Thamyres explica que expandir seus conhecimentos em Direito Notarial é seu maior objetivo, utilizando-se de “um intercâmbio de informações, aprendizados, culturas, abrindo horizontes e expandindo visões. O conhecimento é uma aquisição contínua, todos os dias depositamos um pouco de aprendizado em nossa existência”, disse. “Espero que esse curso traga ainda mais experiências e aprendizados, para me aperfeiçoar como tabeliã, com o objetivo de prestar cada dia um serviço melhor aos usuários”, diz.

 

As aulas deste ano terão início no dia 5 de julho e contarão com webinars em inglês, espanhol e francês. Os encontros serão divididos em quatro frentes de estudo: Família, módulo ministrado pela presidente da UINL, Cristina Armella; Espólio, ministrado pelo notário belga Luc Weyts; Sucessões, ministrado pelo notário francês Michel Grimaldi; e Pessoa, ministrado pela notária canadense Christine Morin.

 

Fonte: CNB/CF

Deixe uma resposta